Entrevista com a banda Mister Dic - #submundodosom

Posts

quinta-feira, 15 de junho de 2017

Entrevista com a banda Mister Dic

Salve, Salve! Hoje o #SubmundoDoSom trocou uma ideia com os manos do reggae, do DUB, é a rapaziada do Mr.Dic que é som de rua som de praia, é roots, é rock, é ragga muffin style, é groove, é poesia até que a babilônia caia, como o grupo se descreve. Além de ser música do dia a dia da realidade do regueiro brasileiro, críticas sociais, resistência contra um sistema que enrijece a babilônia nas nossas mentes. O poder que a natureza tem de nos fazer refletir sobre Deus, e sobre tudo que é perfeito nela. Nessa entrevista falamos um pouco de música, inspirações, cena do reggae no Brasil, sobre o músico independente, da cultura Rastafar I e da descriminalização da maconha, se liga que essa entrevista tá cabulosa, e o Submundo do Som agradece ao Mr Dic por fortalecer a cena 019:

Submundo do Som -  Quem é o MR DIC? Como a banda foi formada?

MR Dic - Mister Dic é a família Dub integração coletiva, já fomos banda, hoje somos apenas em dois irmãos, mas com uma equipe de músicos, que nos acompanham, todos que somam ou já somaram, e o público, são partes dessa família.

Submundo do Som - Por que o esse nome: “MR DIC”? 

MR Dic - Nos tempos em que éramos banda, fomos fazer um show em um pub da cidade onde a banda foi fundada, Cascavel no Paraná, e o pub era de classic rock, e tivemos que tocar um pouco de rock pra galera, mas o mais próximo de um classic rock que poderíamos apresentar na ocasião, eram algumas músicas de Dick Dale, rei da surf music, e na divulgação do flyer saiu só o nome do especial, e como a banda não tinha um nome defino, passamos a se chamar Mister Dick com ´´k``, que depois veio a ficar sem o ´´k``.

Submundo do Som - Quais as influências da banda?

MR Dic - Nossas referências são:
Cantores: Yellowman, Anthony B., Capleton, Família Marley, Sizzla, Alborosie, Shabba Hanks, Shaggy, Buju Banton, Black Alien.
Bandas: Wailers, Steel Pulse, Asian Dub Foundation, Black Uhuru e Skatalites
Produtores: Lee Scratch Perry, King Tubby, Scientist, Mad Professor, King Alpha, 
Augustus Pablo, Rootsman, Jimmy Pavoff

Submundo do Som -  Da onde vem a inspiração para as letras? Como é o processo para compor?

MR Dic - As letras são inspiradas no cotidiano, na literatura, na história, na cultura africana, Rastafar I, na filosofia, na Teosofia, nos problemas sociais, e na política de liberação da maconha. Normalmente fazemos a base, e depois colocamos à voz em cima, a melodia da voz é feita em cima da letra, na maioria das vezes a melodia da voz é feita na hora e depois é lapidada.

Submundo do Som - Como a banda sintetiza os instrumentos de sopro, junto as cordas, junto com a parada do DUB? Como é harmonizar tudo isso, principalmente em apresentações ao vivo?

MR DicOs instrumentos são boa parte orgânicos: baixo, guitarras, violões, escaleta, sax e trombone. E as baterias são eletrônicas, e algumas misturado a orgânicas. Trabalhamos à partir de loops, e o Live é multipista, dando liberdade para mixagens ao vivo. No show utilizamos os instrumentos das gravações, e recursos como: delay, echo, reverb, ruídos, e enfatizando o baixo, isso é o que caracteriza o estilo dub.

Submundo do Som - Quais os rolês que o MR DIC já fez pelo brasilsão, quais os pico que a banda já tocou?

MR Dic - Já tocamos muito no paraná, fizemos algumas passadas em santa catarina e uma vez no interior do rio grande do sul, algumas vezes no interior da argentina e uma vez em assuncion no paraguay. Mas os lugares onde mais tocamos atualmente, é o estado de São Paulo, Minas, Paraná e litoral do rio de Janeiro e são paulo.

Submundo do SomComo é fazer música no interior de SP, precisamente ai em Campinas? Como é a cena na região 019?

MR Dic - O interior de SP tem muito potencial, existe um público interessado, existem grandes artistas, e existem casas dispostas a trabalhar, mas não querem correr riscos de prejuízos, então muitas vezes faz acordo de portaria com o artista, e outras vezes há promouteres que organizam as festas e contratam os artistas, e nesse caso você trabalha com um cachê estabelecido. Interior paulista 019, é um celeiro de muitos artistas incríveis, tanto da velha, como da nova escola, e é sempre uma grande responsabilidade estar representando essa região quando vamos pra fora.


Submundo do Som - Como é ser uma banda independente, quais as dificuldades que vocês encontram aí na caminhada do cotidiano?

MR DicUma banda independente funciona como uma banda do mainstream, (no sentido de empresa), não tem como você não se organizar. Precisa de estúdio para produzir, precisa de alguém para organizar e manter uma agenda, precisa de alguém na publicidade, precisa de profissionais no palco e no P.A, então um artista independente precisa de tudo o que um artista mainstream também precisa. Mas a diferença é que tudo isso é feito, organizado e financiado pelo próprio artista, e é aí que entra a dificuldade.

Submundo do Som - Como foi lançar os trabalhos do DUB INTREGRAÇÃO? O que essa parada representa pra banda?

MR Dic - O Dub Integração é um trabalho de longo tempo de experiências e pesquisas, toda a bagagem que adquirimos em todos os anos de música estão ali. Significa para nós a realização do sonho de poder se produzir, e ser auto suficiente na música.



Submundo do Som -  A ganja é um temos recorrentes do MR Diic fale um pouquinho sobre a importância da descriminalização da parada.

MR Dic - A ganja é uma herança dos nossos ancestrais africanos, uma erva que é sagrada para os Rastafar I, cura várias doenças do corpo e da mente, foi adotada pela cultura negra, e como boa parte da cultura negra, foi criminalizada ou demonizada. Hoje nós temos uma guerra ineficiente contra as drogas, uma guerra que mata mais do que qualquer droga já matou em qualquer lugar do mundo, e infelizmente a ganja está inserida nisso, e como não existe caso de morte pelo uso da ganja em todo o mundo, cria-se o mito de que ela é a porta para outras drogas, e sendo assim, está qualificada como droga pesada. No nosso ponto de vista, se a ganja fosse, não só descriminalizada mas também legalizada, os avanços na área da medicina seriam grandiosos, os riscos do usuário se envolver com o crime e com outras drogas, seriam quase zero, diminuiria o trafico com o plantio, traficantes de maconha passariam a ser produtores e empresários, teria garantia de qualidade, daria um  impulso na economia, sem contar que resgataria uma das partes da cultura negra, que na verdade nunca foi extinta, pois maconha se fuma em todo lugar do mundo, proibida ou não.

Submundo do Som -  Rola preconceito de produtores sou donos de casas de shows pelo fato do MR DIC cantar temas fortes (e importantes) como a questão da erva, do racismo e da hipocrisia da sociedade?

MR DicSim, infelizmente rola isso dentro e fora do meio reggae. Os paradigmas que foram implantados na sociedade, e mil anos de inquisição no passado, ainda resistem.

Submundo do Som - Como é tocar em grandes festivais como o Encontro das Tribos que sempre junta uma rapaziada firmeza?

MR DicÉ uma divulgação muito boa, e você tem à oportunidade de trocar conhecimentos com artistas nacionais e internacionais, da uma bagagem boa pra gente no sentido de organização, produção e grandes públicos.

Submundo do Som - Como a banda vê o reggae e o ragga hoje em dia? Como tá a cena no Brasil?

MR DicNós vemos o reggae e suas vertentes como um veiculo de comunicação, um entretenimento que não está ali para distrair as pessoas, mas sim para despertar, vemos como uma ferramenta para levar a mensagem positiva, a informação e a cultura Rastafar I para as pessoas, dar acessibilidade à questões que o sistema não mostra.
A cena sempre teve altos e baixo, mas no momento sinto que ela vem se estabelecendo, e o nível dos artistas também cresce a cada dia, mas que ainda há muito preconceito.

Submundo do Som - E como é fazer música na região 019? Como são as festas na região?

Mister DicAs festas na região são pura resistência, os artistas ou promouters se organizam e fazem acontecer, o sound system na praça, e os bailes fechados são bem democráticos, pois cobram um ingresso que todos possam ter acesso, e vem crescendo e ficando muito forte, e o monopólio do maior diminuindo um pouco.

Submundo do Som - Reggae é musica de resistência, mas também é som de louvor, como é relação da banda com a espiritualidade?

Mister Dic - Nós temos como exemplo Cristo Emanuel, acreditamos que seus ensinamentos nos levam a evolução espiritualidade, e também nos identificamos com o Rastafari. Mas preferimos unir a fé com a filosofia, e na Teosofia buscar a fé com equilibrio da razão

Submundo do Som - E o que de mais impactante vocês viveram ai na estrada?

Mister DicUma vez nós fomos vitimas de um assalto, onde os assaltantes poderiam ter nos matado e levado nosso dinheiro, mas não aconteceu nenhuma das duas coisas. Acreditamos que algo maior nos protegeu. Damos graças sempre!

Submundo do Som -  Quais os sonhos que vocêsgostariam de realizar como banda?

Mister DicNós vivemos o sonho, cada dia é uma realização a mais, pois nos sabemos que o melhor do sonho, não é a chegada, mas a trilha, o maior sonho seria chegar no final e ver que o trabalho foi feito.

Submundo do Som O que toca no playlist dos malucos da banda? Que que vocês curtem ouvir?

Mister DicFora os artistas de que citei como referência, ouvimos muito Tim Maia, Jorge bem Jor, Racionais, Nação Zumbi, Prodigy, Nirvana, Miles Davis, Parker, Hendrix, B.B.King, The Doors, Pink Floyd...somos muito ecléticos.

Submundo do Som - E pra galera aí que curte um som bem da hora, o que músicos ou bandas vocês podem indicar pra rapaziada?

Mister DicVou indicar um cantor, um produtor e uma banda. Monkey Jhayam, Buguinha Dub, banda QG Imperial, e tem muito mais...

Submundo do Som - E o quais as novidades do MR DIC? O que podemos esperar?

Mister Dic - Para esse ano de 2017 a galera pode esperar mais um disco de estúdio, e em seguida queremos fazer um disco ao vivo, cd e dvd.

Submundo do Som - Para os manos que curtem o trampo do MR DIC? Deixem uma mensagem ai para os manos?

Mister DicPrimeiramente gratidão!
Sejam vivos para o sistema, questionem!
Não existe verdade absoluta, todas as verdades são meias verdades,
Então, não acreditem em alguém que se diz dono dela. O universo pode ser mental, então pense positivo e cuidado com o que deseja.
´´Tudo o que conseguir guardar na sua mente, será matéria pru seu canto``
Give thanks and praises! Who Jah Bless!

Submundo do Som - E pra quem quiser falar com a banda? Quais são os canais?

Mister DicProcure Mister Dic nas redes:
pagina face - https://www.facebook.com/BandaMr.Dic/
canal youtube - https://www.youtube.com/user/kidinhodick
e-mail; mrdic@hotmail.com


Nenhum comentário:

Postar um comentário