Discografia banda Ultramen - #submundodosom

Posts

sexta-feira, 29 de setembro de 2017

Discografia banda Ultramen

Ultramen é uma banda que mescla diversos ritmos com o rock, como por exemplo funk, samba, soul, reggae e o rap. A banda é originária do Rio Grande do Sul, fundada em 1991 em Porto Alegre. Sua última formação se dá com Tonho Crocco (vocal), Chico Paixão (guitarra), Pedro Porto (baixo), Zé Darcy (bateria), Malásia (percussão), Dj Anderson (toca-discos), e Leonardo Boff (teclados).

A banda gravou duas fitas-demo consideradas oficiais: Ultramen (1991) e Sem Piedade (1992), com isso, além de shows de divulgação do trampo, a Ultramen se firmou como uma das principais bandas da cena da época, até ser convidada para participar de festivais como o Superdemo (Rio de Janeiro e Curitiba, 1995) e também a excursionar por Santa Catarina, Espírito Santo e Bahia.

Ultramen (1998)
No ano de 1997, a Ultramen entra nos estúdios da ISAEC, em Porto Alegre, para gravar seu primeiro disco intitulado "Ultramen", que foi lançado no ano seguinte, em 98 em parceria com a gravadora Rocklt! do ex-guitarrista da Legião Urbana, Dado Villa-Lobos. Desse discos se destacaram músicas com "Bico de Luz" e "Vou A Mais de Cem" que tiveram vídeo clipes e foram muito vinculadas nas rádios de todo pais.

O álbum também trouxe a cultura gaúcha para as letras, como na faixa "La Negrita". Outra ótima track é a "Hip Hop Beat Box com Vocal e James Brown", que traz essa mistura da banda fundindo hip hop, com funk/soul, funk Miame Base e rock 'n roll.

Olelê (2000)
Dois anos depois, em 2000, a Ultramen lança seu segundo disco, "Olelê", gravado em um sítio na cidade de Morungava no Rio Grande do Sul, porém foi masterizado no Rio de Janeiro, e teve diversas faixas executadas nas rádios como "Preserve", "A Estrada Perdida", "General" que teve participação do Black Alien e "Dívida" que foi regravada pelo Sambô e O Rappa.

"Ultramanos" é um rap com rock que enaltece a banda, tem também a faixa "Esse é o Meu Compromisso" que tocou muito na rádio 105 FM no programa Espaço Rap, "Bem Mal" que segue numa pegada punk e a faixa titulo "Olelê" que trata-se de um rap harmonizado. Também é preciso destacar a música "Peleia" que é um rap com muitos convidados e traz em sua letra o orgulho gaúcho.

O Incrível Caso da Música que Encolheu e Outras Histórias (2002)

Mais dois anos se passam e em 2002 a Ultramen lança seu terceiro disco O "Incrível Caso da Música que Encolheu e Outras Histórias", esse álbum, produzido em São Paulo por Ganjaman, teve como destaque as faixas "Santo Forte", no estilo samba funk, "Alto e Distante Daqui" e "Máquina do Tempo" no estilo rap.

A música "3" trata-se de uma mescla de rap com hardcore e denúncia os maus hábitos estadunidense. Já a faixa "De Canto e Sossegado" mescla rap, reggae com ótimos riffs de guitarra. O albúm segue com muito groove, como na track "Grama Verde" e muito rap como "Erga Suas Mãos", e tras trash metal nas faixas "Fantasmas" e "Confessionário".

Acústico MTV: Bandas Gaúchas
Em 2005 em projeto da MTV Brasil é lançado o DVD e CD "Acústico MTV: Bandas Gaúchas" nesse trabalho participaram, além da Ultramen, as bandas  Bidê ou Balde, Cachorro Grande e  o Wander Wildner.

Na versão de "Divida" a Ultramen divide a faixa com os cariocas d'O Rappa: "Não vem que não tem, O Rappa e Ultramen, banda de verdade não tem pra ninguém!", rima Falcão, vocalista d'O Rappa durante a versão.

Capa Preta (2006)
 Em 2006 saiu o disco novo, e quarto de estúdio, Capa Preta, que teve como destaque as músicas "Tubarãozinho", e "É Proibido" que foram executadas nas rádios de todo o pais.

"Bang bang a brasileira" é um rap que fala sobre o uso de armas, nesse disco também tem a forte presença do ragga que é nitido nas faixas "U.T.I", "Quando o raggamuffin' encontrou o Vanerão", que fala da mistura do ritmo jamaicano com o ritmo gaúcho, e também na faixa "Ragga Mortis", também há muito groove em "Amiga" "M Maiúsculo" e "Figa de Madeira".

Máquina do Tempo (2016)
Em 2016 o grupo lançou o CD e DVD ao vivo intitulado "Máquina do Tempo" resultado de um show que ocorreu em 2008 no Bar Opinião, e que teve versão dos clássicos da Ultramen, e diversas participações especiais como a do Rapper Du e Curumim (Manos do Rap) na faixa “Erga Suas Mãos”, Baze & Buiu em “Esse é o Meu Compromisso” e Andréa Cavalheiro (The Hard Working Band) em “Bico de Luz”. Desse trabalho saiu a música inédita: "Robot Baby".

Nenhum comentário:

Postar um comentário