Entrevista com o beatmaker Skeeter - #submundodosom

Posts

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

Entrevista com o beatmaker Skeeter


O #SubmundoDoSom trocou uma ideia com o mano Skeeter, beatmaker, ou seja, o cara que responsável por criar as bases do rap, em cima de seus beats já rimaram: Coruja BC1, Emicida, MV Bill, Rael, Kamau, Sintese, Projota, Rashid e muitos outros. Nesse bate papo Skeeter conta um pouco da sua história, fala das suas inspirações, da cena do rap, e onde suas batidas chegaram, confere aí:

Submundo do Som - Quem é o Skeeter? Conta um pouco da sua trajetória.

Skeeter - Então. Skeeter é um beatmaker e DJ, mas que começou como MC lá em 2005/2006. Passei por 2 grupos que tiveram varias formações diferentes. Mas resolvi "aposentar" o microfone e focar apenas como beatmaker e posteriormente como DJ.

Submundo do Som - Como você começou a fazer beat? O que te motivou?

Skeeter - Como meu inicio foi como MC, eu precisava dos beats pra rimar em cima, e mais ou menos nessa época chegou o Fruity Loops (software em q eu produzo até hoje) lá na minha quebrada, através de um amigo q sempre ia pra SP e trouxe um cd com a instalação pra gente. A principal pessoa que me auxiliou nesse inicio foi meu amigo Moita, ele tbm fazia parte do meu primeiro grupo.

Submundo do Som - Como é o processo de composição do Skeeter? O que te inspira pra fazer as batidas?

Skeeter - O que me inspira fazer os beats são musica em geral, não só Rap... As vzs eu to parado e vem uma inspiração e eu corro pro PC pra não deixar escapar, mas na maioria das vzs a inspiração vem quando eu to escutando musica. O próprio sample é a inspiração.

Submundo do Som - Falando de artistas, quem são os que te inspiram a fazer teu som, tanto de beatmaker como de DJs e MCs.

Skeeter - São muitas, é sempre difícil resumir... Vou pular essa haha'

Submundo do Som - Qual foi a parada mais foda que você já vivenciou na sua carreira?

Skeeter - A primeira vez que vi uma multidão de gente curtindo e cantando um som com beat meu, foi no lançamento da mixtape "Emicidio" do EMICIDA, quando tocou a musica RINHA.

Submundo do Som - “Skeeter não é a toa que os melhores te procuram”, mas diz aí, onde tem beat seu? Só pra galera ter uma ideia.

Skeeter - Entre alguns nomes mais conhecidos que já rimaram em cima de beat meu (incluindo feats): Emicida, Rashid, Projota, Haikaiss, AXL, Flora Matos, Mv Bill, Rael, Fioti, Coruja Bc1, Terra Preta, Don L, Tássia Reis, Dö Mc, Cabes, Lívia Cruz, Kamau, Terceira Safra, Dalsin, Tubaína, Síntese, e por aí vai...

Submundo do Som - Esses dias vi um post seu no Facebook, dizendo que tem uns gringo que compraram suas bases, como é isso pra você?

Skeeter - Na real foram brasileiros que moram lá fora, pra mim é satisfação saber que tem irmãos brasileiros lá fora que fazem questão de ter beat meu. Tem um mano da Suiça que tava de passagem pelo Brasil, o FNX, e fez questão de ir lá em Diadema pra me dar um abraço e trocar ideia de som, isso não tem preço. 

Submundo do Som - Tem algum tipo de beat que você curte mais fazer? Uma mais leve, ou mais pesada, um trap ou mais harmônico… E por quê?

Skeeter - Eu curto todos os tipos, sem fronteiras, mas oq eu tenho mais facilidade pra fazer e consequentemente é oq mais sai, é o BOOM BAP. Bateria pesada, sample recortado, linha de baixo marcante, é minha cara.

Submundo do Som - Skeeter, pra você, o qual a maior diferença de um beatmaker, que é o cara que dá a música no rap hoje em dia, pra um DJ de rap, que também dá música no rap?

Skeeter - Beatmaker como já diz a tradução, é "fazedor de batida", é o cara que cria a instrumental que o MC vai rimar em cima (ou não necessariamente pra alguém rimar, tem instrumentais que falam por si só). Geralmente se utiliza de softwares/teclados/controlador/sequenciador/bateria-eletronica pra produzir num estúdio, home-estudio ou onde quer que seja. DJ é outra fita completamente diferente, é o cara que anima as festas de Rap através da seleção de músicas, mixando uma musica a outra, fazendo scratch, back-to-back, beat-juggling e performance em geral. O DJ na maioria dos casos utiliza um par de toca-discos e um mixer, ou em alguns casos menos frequente no Rap, se utiliza tbm CDJ ou controladora. Existem pessoas que exercem as duas funções, eu mesmo sou um exemplo, e existem tbm outras que juntam um pouco de cada mundo e criam uma performance "live". Mas é importante saber a diferença entre elas, vc pode ser os dois, mas DJ não é beatmaker e beatmaker não é DJ.

Submundo do Som - Como você vê a cena do Hip Hop atualmente? Na sua visão o que falta pro rap hoje em dia?

Skeeter - A cena esta legal hoje em dia, do ano passado pra cá tem surgido bastante nomes que eu vejo como um novo fôlego, nova cara pro Rap Nacional, com letras contundentes. Não sei dizer o que falta hoje em dia, pois sempre vai ter gente boa e gente ruim fazendo musica, desde que o numero de gente ruim não seja maior pra mim já esta bom rsrs... é só o que eu peço.

Submundo do Som - “Passando a Limpo” do Coruja BC1, é uma track politizada e enganjada, e leva um beat seu, até mesmo o Coruja te citando. Esse rap politizado, você acha que faz falta hoje em dia, na mulecada nova, ou é uma vertente que ficou nos anos 90 e hoje o rap nacional tem que ser aberto para todos os assuntos? 

Skeeter - Sim, sinto falta de mais Rap's politizados, de protesto e que ponham o dedo na ferida, e não acho que é uma vertente que ficou nos anos 90, afinal está na essência do Rap isso. Mas o Rap tem sim q ser aberto a todos os assuntos, afinal tem momento pra tudo, mas nem por isso vamos aceitar Rap falando groselha, certo? Fazer som dançante/descontraído é uma coisa, fazer som que fala groselha é outro. Eu gosto, ouço e produzo Rap's de vertentes variadas.

Submundo do Som - Como o Skeeter faz a pesquisa para as produções musicais? De qual fonte você bebe?

Skeeter - Cara, eu sou mais da pesquisa via internet mesmo: baixo discografias, tenho uns blogs secretos que eu visito, pelo Youtube tbm descubro bastante coisa. Visito sebos de vez em quando pra comprar vinil, mas quase nunca sampleio esses vinis, guardo mais pra coleção mesmo.

Submundo do Som - Em seu trampo você além de criar as bases tem o papel de comercializar, de vender o beat. Como é isso? Como chegar no preço de venda de uma obra sua? Você estudou algum tipo de cálculo de formação de preços ou existe um padrão?

Skeeter - Eu na vdd não vendo o beat propriamente dito, o valor que eu cobro é simbólico, assegura que o beat não será utilizado por outra pessoa, é um acordo de exclusividade, e quaisquer lucros que vierem a partir desse beat, tem que ser dividido comigo, pra isso os MC's me incluem na porcentagem de direito autoral. Sobre o valor que eu cobro é um balanço que eu faço, não posso vender de graça e tbm não posso cobrar um valor mto alto que não seja compatível com a realidade da maioria que compra os beats, se não os beats vão ficar parados sem vender.

Submundo do Som - O que você está ouvindo no momento? Compartilha ai com nós.

Skeeter - Kendrick Lamar, Joey Badass, J Cole, Tyler The Creator, Prodigy, Sean Price, Djonga e BK.

Submundo do Som - Pros manos que tão afim de começar a fazer uns trampos, criar uns beats que conselhos você dá? Software? Locais de ensino? Etc.

Skeeter - Cara, sobre software eu acho que todos se parecem bastante, então o que for mais acessível pra vc, hoje em dia esta bem mais fácil achar tutoriais até mesmo em português no Youtube, na minha época não tinha isso rsrs... A principal ferramenta chama força de vontade!

Submundo do Som - Quais os sonhos que você deseja vivenciar na sua carreira?

Skeeter - Conhecer ídolos que ainda não conheci, pisar em palcos e lugares que não pisei, viajar o mundo fazendo Rap.

Submundo do Som - Pra quem curte seu trabalho, deixa um salve aí pra galera.

Skeeter - Gostaria de agradecer todos que apoiam meu trabalho, curtem, compartilham, seguem, elogiam e fazem criticas construtivas... Vcs são o combustível pra eu continuar fazendo, abraço!

Submundo do Som - E pra quem quiser falar com o Skeeter, quais os canais de comunicação?

Skeeter - Email: contatoskeeter@gmail.com
facebook.com/skeeterbeats
Instagram: @SkeeterBeats
soundcloud.com/skeeterbeats

Nenhum comentário:

Postar um comentário