Música.Doc - Brasília - #submundodosom

Posts

domingo, 31 de dezembro de 2017

Música.Doc - Brasília

E no nosso quadro Música.DOC de hoje vamos pegar o baú e ir até a capital federal, de rocha! Vamos até Brasília, verificar a cena musical da capital do pais que vem mandando grandes nomes do rock, do rap e reggae para o restante do pais, sempre com letras engajadas e uma sonoridade de alto nível. No final dos anos 80, o rock and roll explodia em Brasília, bandas como Legião Urbana e Capital Inicial, dissidentes da banda Aborto Eletrico, e Plebe Rude que comandavam o movimento na capital federal, sucedidas de outras bandas como Dado e o Reino Animal, Detrito Federal e Escola de Escândalos. 

Nos anos 90 o rock de Brasília continuou a ter voz ativa, com bandas como Little Quail, Rumbora e Raimundos. Outros gêneros como reggae e o rap também passaram a fazer muito barulho. Pois foi de Brasília que saíram as bandas Maskavo e Natiruts, grandes nomes do reggae BR. No rap, nomes como Cambio Negro, DJ Jamaica, Viela 17 e o poeta GOG são conhecidos de norte a sul no Brasil. É importante fala que Brasilia também sempre teve uma grande concentração de bandas Cristãs, elevando o hip hop, reggae e rock gospel, como por exemplo Rodox, Livre Arbitrio, Raizes e Virtud. 

A nova geração também faz bonito em Brasília, no rap, nomes como MOVINI e Froid cada vez mais vem ganhando espaço. No rock Moveis Coloniais de Acaju e o trovador Marcelo Marcelino, que apesar de estarem a algum tempo na estrada, seus trabalhos mais recentes os projetam cada vez mais e mais. E vamos conferir a sonoridade de Brasília ouvindo dois sons que contextualiza um pouco a vibe do distrito federal: “Até Quando Esperar” do Plebe Rude e “Quem Planta Preconceito” da banda Natiruts e participação de GOG.


Nenhum comentário:

Postar um comentário