Entrevista com o grupo Projeto Preto - #submundodosom

Posts

quinta-feira, 17 de maio de 2018

Entrevista com o grupo Projeto Preto

Resultado de imagem para projeto preto

O Submundo do Som traz uma nova entrevista, essa com o grupo Projeto Preto, um combatente direto do racismo, e que traz uma pedrada como na track "Mina de Ouro". E nesse bate papo os maluco explicam a origem do nome, os corres no Hip Hop, abordamos também o racismo no Brasil, e falamos sobre influências, inspirações, dicas de som, sonhos e as novidades que estão por vir, carregados de bom humor, flow alucinante e linhas pesadas o grupo chega junto pra trocar uma ideia firmeza, se liga aê:

Submundo do Som - Quem é o Projeto Preto? Qual a trajetória do grupo até aqui? Se apresenta aí pra galera

Projeto Preto - A expressão da nossa ancestralidade ecoa a milênios e o Projeto Preto é só porta-voz disso. É nossa auto-afirmação de vida e toda a complexidade que a cerca.

Começou como Universo Paralelo, em 2011. D'Ogum e T.R, antigo membro do PP, se conheceram nas ruas do ABCDMRR Paulista e junto formaram o grupo. Universo Paralelo, como o nome já diz, é algo que destoa a normalidade ao que já conhecemos. É o que sempre sentíamos mas não conseguíamos compreender: o que somos enquanto pessoas e porquê a nossa realidade era tão paralela diante aos olhos do mundo e aos nossos próprios. Mas acabou surgindo problemas com a patenteação do nome e um grande processo de amadurecimento, o que fez com que no dia 1 de Abril de 2016 nascesse o Projeto Preto.

Submundo do Som - O que inspira e influência  grupo? O que o Projeto Preto absorve das referências e bota no  som?

Projeto Preto - A inspiração vem da vivência e as referências nascem a partir disso. Musicalmente, varia do Soul ao Funk, do Samba ao Jazz. Quando a música toca a alma já se torna um ponto de inspiração para nós.

Submundo do Som - O Projeto Preto vem em um momento que o rap está mais abrangente, conversando principalmente com classes sociais que não atingia nos anos 90, e esse novo público trouxe novas temáticas para o rap. Qual a visão do grupo sobre isso?

Projeto Preto - Vemos em diversas perspectivas. É positivo do ponto de vista que o rap se profissionaliza ao ponto de poder chegar em lugares que nunca chegou antes. Só não podemos permitir que essa representação nesses espaços seja feita em sua totalidade por pessoas brancas. 

Submundo do Som - O grupo veio para dar com os dois pés no peito do racismo, e o Brasil infelizmente ainda é um pais muito racista, como que o Projeto Preto pretende levantar sua bandeira e comprar essa briga?

Projeto Preto - Acreditamos muito no poder de transformação da realidade das pessoas através da nossa música, que antes de tudo, mudou e muda diariamente nossa realidade enquanto pessoas pretas. A nossa postura e compromisso reflete quando Malcolm X disse que teríamos que lutar por qualquer meio necessário. Dadas as circunstâncias de nossa realidade, pensamos que a base de tudo é trazer outras perspectivas de vida, onde nós passaríamos a conhecer nossa própria história, falar com a nossa própria boca e construir um novo horizonte para nós mesmos. A música abre um caminho para que possamos aplicar em ações concretas e sólidas na construção dessa realidade. Já não existe mais "e se" em nosso vocabulário. Iremos fazer isso.

Submundo do Som - O hip hop nasceu de preto para preto, nos guetos como denuncia e protesto, e foi crescendo e ganhando admiração de outras etnias. Até que ponto o rap e hip hop é uma fita de união entre pessoas e quando, na opinião do grupo, passa a ser uma apropriação cultural? Qual a linha que divide a interação entre culturas com um golpe de apropriação?

Projeto Preto - A linha que divide a interação da apropriação é bem extensa e reflete todo o nosso modelo ocidental que organiza e define como é nossas vidas diariamente. Esse modelo é um que representa e acolhe diversas culturas, menos a cultura e a realidade afro-brasileira. E isso por consequência reflete no Hip Hop, onde quem ganha dinheiro, apreciação e representação como difusor da cultura, são pessoas brancas. Tudo em deternimento do apagamento de pessoas pretas.

Resultado de imagem para projeto preto

Submundo do Som - Falamos da abrangência do rap, mas e o hip hop? Como vocês vem o movimento nos dias de hoje? A interação entre os elementos, a atitude e respeito dos adeptos a cultura? O Hip Hop está morto?

Projeto Preto - O movimento continua fluindo! Vemos os seus efeitos diariamente. As pessoas se emocionam, sentem, se identificam e por consequência se envolvem nesse movimento que nos leva a perceber o quão grande somos. Morto? Não! Estamos vivos. 

Submundo do Som - No momento o grupo tem três singles lançados, sendo o "Mina de Ouro" ou mais recente, como vem sendo a repercussão desse som?  

Projeto Preto - A repercussão de Mina de Ouro tem sido muito grande e positiva, o que é muito importante para gente por várias razões. Estamos dando início aos nossos trabalhos e ver tudo fluindo tão rápido nos dá muita força para continuar fazendo o que fazemos. 


Submundo do Som - O que vem de novo? O quais os projetos do grupo para esse 2018?

Projeto Preto - Pô, estamos trabalhando no nosso disco de estreia, que chega entre o final do primeiro e o começo do segundo semestre de 2018. Mas antes disso temos algumas surpresas por aí, rs.

Submundo do Som - Falando de sonhos,  quais que o Projeto Preto quer realizar?

Projeto Preto - Queremos muito viver do que a gente faz, mas não só isso. Acho que dentre tantas coisas que almejamos, o que bate mais forte é o sonho de poder mudar vidas. Alcançar todos os ouvidos. Expandir nossa voz e chegar em lugares que, "normalmente", nunca chegaríamos.

Submundo do Som - Pra rapaziada que tá afim de curtir um som novo e  de responsa, o que o grupo pode indicar pra nós?

Projeto Preto - R: Ouro D'Mina (BAURU - SP), O.C.R.I.M.E SA (ABC - SP), Bia D'Oxum (SP), SOUTO MC (SP), MR 13 (ABC-SP), Rap Plus Size (SP)

São grandes expressões em ascensão na cena que transmitem muita força as raízes do Hip Hop.

Submundo do Som - E que mensagem o grupo deixa para as minas e manos  que estão se ligando nesse bate  papo?

Projeto Preto - A mensagem é simples: tudo o que você precisa, encontra-se dentro de você. Jamais deixe de acreditar na sua própria força.

Submundo do Som - Pra quem quiser acompanhar o trampo do Projeto Preto, como que faz? Quais os contatos?

Projeto Preto - Redes Sociais:
Instagran - @projetopreto

Streaming:
Spotify, Deezer, Claro Music, SoundCloud e outras plataformas: Projeto Preto

Nenhum comentário:

Postar um comentário