Siloque e o Guia Prático de Como Fazer Inimigos - #submundodosom

Posts

domingo, 30 de setembro de 2018

Siloque e o Guia Prático de Como Fazer Inimigos



Enfim está entre nós o aguardadíssimo novo trampo do Siloque, que veio preciso nesse "Guia Prático de Como Fazer Inimigos", o trabalho é o terceiro da carreira solo do rapper. Gravado e mixado em Jaguariúna, no MilGrauTape Studio, e contou com participações do grupo Synestesia, do rapper Teagacê e de . A capa dessa obra foi feita pela Firefish Design. E o Submundo do Som chegou junto como selo de divulgação!

Na lição 01 do Guia Prático, com instrumental de Flavvour Beats, Siloque fala de "Fake News". Com o avanço das tecnologias e propagação de redes sociais, as noticias falsas passaram a pipocar e se tornaram algo comum em nossas vidas. Aqui, Siloque aborda a idiotização em massa, a escolha de individuos que buscam somente o que convém, e esse corre pelo errado trouxe várias reformas de retrocessos, e monstros (no sentido pejorativo) na politica brasileira, junto com seus adeptos que apoiam ideais ainda mais conservadores.

"Vocês se alimentam de fake news, vivem por likes e views
Sinto que falta-lhe skills, minto, lhe falta vergonha na cara
Vocês invocaram esses dias sombrios
Claro que nunca cê sabe de nada, batendo palminha pra louco dançar
Batendo palminha, tirando fotinha, fazendo dancinha, eu não vim pra brincar"

Na lição 02, os manos do Synestesia Rap chegam juntos para levantar a "#VcMeDaNojo", novamente a batida é de Flavvour Beats, e nessa canção os artistas explanam sobre as pessoas escrotas e suas ações em defesa de armamento, assassinatos e interesses da burguesia que levaram o país a esse buraco sem fim. É interessante ver a diversificação de vozes e flows nessa faixa, que ajuda a transmitir a atmosfera de desabafo coletivo:


A mídia lhe empurra esse show de milico: Cabeça de surra, coração penico
Ação/Reação, onde mora o perigo! Esses cuzão não parecem comigo!
Cês falam de amor e união, cês falam de amor à família

Quer campo de concentração pros refugiados da Síria…

Seguindo, a lição 03 aborda o comportamento, "No Passinho do Imbecil", uma critica à hipocrisia da sociedade, que nos episódios mais recentes do Brasil se portou como uma micareta, com coreografias bonitinhas e ensaiadas, tirando fotos ao lado de PMs e aclamando por nomes medonhos, e além de vociferar pedindo intervenção militar, tais atitudes comprovam a imbecilidade da sociedade contemporânea, que tem todo o direito de manifestar-se, porém as ações e pedidos são questionáveis, já que visam somente beneficiar uma parcela do pais, aquela formada por essa corja escrota. Nesse som o beat é do próprio Siloque.

Para os haters: Importante frisar que Silas compreende perfeitamente que a dança é uma manifestação artística, e que muitas vezes é utilizada como ferramenta de protesto, como break, elemento do hip hop, que nasceu como protesto à guerra do Vietnã. "No Passinho do Imbecil" é algo pontual e direto, e se remete aos batedores de panela.

"Cês vão memo falar de família? De valores, da minha guerrilha?
Divulgando sua horrível cartilha das trevas na sua timeline e os cuzão compartilha
Cês amam um cara que fala que fraquejou quando ele teve uma filha
E passam vergonha nas ruas, em todas as telas, protestam fazendo dancinha!"

Na quarta lição,  "Vocês São Os Romanos", com feat do mano Teagacê, de Natal/RN, as linhas são direcionadas a quem se esconde atrás de boas ações, mas que não passam de pessoas perversas. Siloque prega a união e mostra como vivemos um verdadeiro ensaio sobre a cegueira, e o rapper Teagacê chega direcionando suas rajadas ao clero, que fez, e faz, da vida de muitos um inferno. Novamente Flavvour Beats da base do som:


"Eu não quero fritar na trincheira, por que essa não é minha guerra!
Que por mim, nem teriam fronteiras, suas bandeiras caindo por terra!
Suas bobagens não fazem sentido, mesmo assim tem um monte de trouxa envolvido
Que abraça a desgraça como um bebê! É melhor cê parar de beber! "

Prosseguindo, Siloque continua sua saga de educador e na lição cinco, se junta novamente com o Synestesia, só que dessa vez com beat cabuloso de Léo Machion, para "Dritte Welt Edukators", inspirado no filme dirigido por Hans Weingartner, porém com ótica mais sombria, afinal estamos no terceiro mundo, onde as coisas são rudimentares. Sinta-se parte da escória que chega para esse baile de gala:


"A gente veio te lembrar dos seus fantasma.
Não tem inalador pr'essa crise de asma
Não se assuste com o moleque parado na sala
E não reaja que seu peito não é à prova de bala
Quem é o crime? Fale agora, não nos subestime.
A gente põe fogo no estádio pra acabar com o time." 

Última lição do guia, "Vinho", com feat de , e beat do maestro Flavvour. Aqui o clima é menos denso, afinal o recado já foi dado, e Siloque convoca todos os chegados para um brinde, não que a guerra esteja vencida, mas a união dos nossos também é um ato de rebeldia, o sistema não gosta de nós, e nos ver bem faz com eles se mordam. Então é nóis! Outra observação pertinente é que nessa letra Silas narra parte de sua desconstrução para ser uma pessoa melhorar, afinal todos nos temos nossos pontos a melhor, e a evolução tem que ser constante, hoje melhor que ontem, e amanhã melhor que hoje.


"E finalmente eu virei gente, vou brindar o vinho
Todo esse “arrasta-arrasta-arrasta” fora do caminho
Amigo, tá ligado? A vida são escolhas
E esse sinal separa nossa vila em bolhas
A gente brinda o vinho, nem sempre guarda as rolhas
A gente guarda esse rancor para vingar nas folhas
E o lixo vai ser sempre do portão pra fora
Memo sem motivo, nóis ta vivo e comemora agora memo
Junta tudo mundo e pau no cu do mundo que hoje é nóis!
Pó gritar pra todo mundo que hoje é nóis, carai!"

O Guia Prático de Como Fazer Inimigos é um disco curto de mensagens profundas, é arrombar a porta a visão cega e dar um banho gelado nos pensamentos hipócritas, não que isso vá mudar o pensamento das mentes limitadas, mas como mostra a arte da capa do disco, feita pela Firefish Design (salve!), eles vão ter que engolir, e será indigesto, todas essas ideias foram jogadas e caíram como tapas na cara dos bons costumes. Há quem não goste, e esses são nossos inimigos, mostrando a eficácia desse Guia.

Confere aí o trampo no Spotfy:



Ou no YouTube:


Nenhum comentário:

Postar um comentário