Inquérito Lança "Escolhas" e Bate um Papo com Submundo do Som - #submundodosom

Posts

quinta-feira, 4 de outubro de 2018

Inquérito Lança "Escolhas" e Bate um Papo com Submundo do Som



Escolha” é o novo single do Inquérito, como um “pé na porta” ao abordar a superficialidade das redes sociais, fake news, algoritmos e escolhas induzidas em meio a avalanche de informações diárias que nos é imposta.


A música, produzida por DJ Duh e com clipe de  Rodney Suguita é provocativa como o Rap deve ser e traz a caneta sempre pesada de Inquérito vulgo Renan, com rimas que questionam a liberdade de nossas escolhas: afinal, nas teias dos algoritmos, quem realmente está no controle?

O single é a primeira produção a ser lançada após o álbum Tungstênio, sexto  do Inquérito, que saiu em março deste ano. Em “Escolha”, Renan discorre, estrofe a estrofe, como pensador que é, sobre a influência dos filtros em nossas supostas decisões, das trilhas milimetricamente pensadas por inteligências artificiais para nos conduzir a caminhos que pensamos ter escolhido livremente.

Gravado pelas ruas de São Paulo, em apenas um dia, o clipe mostra Renan contracenando com uma máquina de pegar ursinhos de pelúcia, representando simbolicamente a falsa facilidade de escolha que nos é oferecida pela internet, onde, com tudo à mão em apenas um click a gente acha que “tá no controle, tá facinho, mas... é igual máquina de pegar ursinhos”.

E a temática de “Escolha” não poderia ser mais atual. Ela abre o debate sobre nossas decisões às vésperas das eleições e propõe a reflexão: Como nos esquivar  das opiniões compartilhadas por robôs e bots  que disseminam notícias falsas e foram criados para fomentar discussões nas redes sociais, e que além de moldar nossas opiniões, acirram os ânimos, dividem a sociedade, marginalizam ainda mais aqueles que já estão à margem? E o pior: “protegidos” dentro desta bolha, estamos nos tornando cada vez mais intolerantes. Que atire o primeiro mouse quem nunca se viu às voltas de um debate interminável nas caixas de comentários de redes sociais.

Vídeo clipe de "Escolha"

Submundo do Mundo - Qual foi a motivação para escrever “Escolha”? Como surgiu a ideia de passar esse recado?

Inquérito - Bom, como toda pessoa que vive no período atual, impregnado de rede social, fake news, memes e viralização de conteúdos, é inevitável não refletir, não questionar, ainda mais enquanto rapper, criador de letras e poemas, a mente não para né? Escrevo sobre a realidade, cotidiano, aí você percebe que hoje em dia temos tudo, mas ao mesmo tempo não temos nada, usamos tudo errado, é sexo “no fast food”, alma no “Lava Rápido”, piloto automático total, o carro dirige a gente, e na hora de dirigir... Teclamos no celular rs.

Submundo do Som - A música é provocativa, e convida o ouvinte a reflexão. Você acha que o caminho do rap é esse? É falar de um assunto sério e tenso, sem tomar um partido, mas trazendo o debate para que cada qual faça sua escolha?

Inquérito - Sim, pelo menos o caminho do rap que fazemos e que acreditamos é esse, trazer à luz temas e assuntos interessantes ao nosso povo, usar a arte e a criatividade pra apresentar os fatos sobre diferentes perspectivas, dar uma ideia positiva, de progresso, e quando for preciso se posicionar sim, sem medo. Mas aí cada um vai ter a sua visão, nós não queremos doutrinar ninguém, ao mesmo tempo não pedimos feat de comentarista de rede social nas nossas letras, comentarista não é compositor. Não escrevo seguindo norma, não vou ficar mudando as palavras pra agradar o “corretor de texto”, mesmo que ele sugira ou induza outras palavras pra me confundir, pra me por em cheque, eu escrevo o que eu sentir, o que meu coração mandar, mesmo que o texto fique todo grifado de vermelho. Eu já até cantei isso num som: “Minha caneta é vermelha que é pra eu nunca esquecer, de dar o sangue por isso toda vez que eu escrever”.

Submundo do Som - Estamos às vésperas das eleições e as redes sociais que deveriam ser um facilitador, se tornaram veículos de propagação das Fake News. Para nosso povo, quais os cuidados a se tomar quando estivermos navegando num oceano tão incerto quanto esse das redes sociais?

Inquérito - Sabe aquelas máquinas de pegar ursinho? Então, é isso! Todo mundo sabe que ela não foi feita pra que o usuário ganhe, mas mesmo assim a gente vai lá e tenta ganhar, foi por isso que eu tive a ideia de usar a máquina no clipe, porque ela tá em todo lugar, de forma concreta ou metafórica, as luzes piscando, a musiquinha tocando, convidando você pra apostar suas fichas e ter a falsa sensação de que o controle é seu, só que não! A internet, a urna eletrônica, e tantas outras coisas, são verdadeiras “máquinas de pegar ursinho”.

Submundo do Som - O disco “Tungstênio” é um álbum pesado e político, como você vê a conexão desse single com o álbum?

Inquérito - A música “Escolha” fazia parte do disco Tungstênio, na hora de fechar o álbum nós tínhamos muitas músicas, resolvemos usar só 12 faixas e guardar o resto. Agora passado um tempo olhamos pra ela e achamos que seria a hora de lançar.  

Submundo do Som - Agora falemos um pouco sobre os bastidores desse lançamento. A produção foi feita pelo Dj Duh e o clipe pelo grande Rodney Suguita. Como foi trabalhar essa música com esses dois monstros?

Inquérito - O som foi produzido e gravado no Groove Art’s, estúdio do Duh, ele é nosso DJ e produtor faz um tempo, sou suspeito em falar rs, junto fizemos o Corpo e Alma e o Tungstênio, ele é monstro, dispensa apresentações o menino, sem falar que o time de produção desse som contou ainda com Pop Black nos vocais, Marcelo Cruz fritando no bass e Gabriel Adorno na guita. O Suguita fechou com chave de ouro o processo, imagina o “maníaco da câmera” rodando com um rapper e uma máquina de ursinho pelas ruas de São Paulo rs.

Nenhum comentário:

Postar um comentário