Siloque lança Vídeo Clipe "No Passinho do Imbecil" - Submundo do Som

Breaking

Home Top Ad

Post Top Ad

terça-feira, 11 de dezembro de 2018

Siloque lança Vídeo Clipe "No Passinho do Imbecil"


Siloque lançou nessa segunda feira 10/12 seu sexto vídeo clipe e o primeiro do projeto “Guia Prático de Como Fazer Inimigos”, com o trabalho áudio visual da música “No Passinho do Imbecil”. Dirigido e filmado por Lima Torevsky, da AU Filmes, o clipe foi rodado nas cidades de Jaguariúna e Santo Antônio de Posse, no interior paulista (região 019).

O clipe contou a participação de Beiço, integrante do grupo Synestesia, e do grupo de dança Zer019 Dance Crew, além de uma banca de amigos de ambas as cidades que somaram nas filmagens. O vídeo foi rodado em outubro, antes das eleições, e veio como uma critica direta e contundente para a hipocrisia da ala conservadora de nossa sociedade, que tem indignação seletiva, e como o refrão diz: “Protestam fazendo dancinha”. Um dos simbolismos dessa obra é satirizar as dancinhas de protesto, feitas pela direita brasileira, e enaltecer o breaking, um dos elementos da cultura Hip Hop, e que abriu as portas para o movimento no Brasil.

Sobre a realização do trabalho o rapper diz: "Foi mais um trampo sincerão feito com um orçamento inexistente, muito suor, correria, coletividade e alguns imprevistos (Inclusive um enquadro relativamente truculento da Guarda Municipal de Sto. Antônio de Posse). O clipe ainda conta com a participação de Romero e Beatriz do grupo de dança Zer019 Dance Crew, apresentando uma coreografia pesadíssima, representando o hip hop através do break, e mostrando pra esses frangos que bateram panela e fizeram a dancinha do patinho qual é a verdadeira dança de protesto. Lições. Assiste lá que tá bem massa. Rap sujo e sem censura."

Abaixo você confere o resultado desse incrível vídeo clipe. Assista, curta, compartilhe e marque seus amigos reaças:


Sobre o Guia Prático de Como Fazer Inimigos

O Disco lançado em 2018 é o terceiro da carreira solo do rapper, e foi gravado e mixado no MilGrauTape Studio em Jaguariúna, lançado pelo selo Submundo do Som e com trabalho gráfico idealizo pela Firefish Design. O álbum é o mais politizado de Siloque, que também é responsável pelo “Nova Inquisição” de 2017 e “Queime o Coração de Gelo”, de 2016, e assume uma postura de não conformismo e ataque a direto ao minions que levam o país ao buraco, numa soma de atitude, poesia, continência e hip hop, com muita musicalidade e beats altamente fora da caixa, feitos por Flavvour Beats, Léo Machion e o Próprio Siloque. Clique aqui para conferir nosso review faixa a faixa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad

Páginas