Essa Filha da Puta só liga se precisa - 3am, lançamento de Teagacê - Submundo do Som

Breaking

Home Top Ad

Post Top Ad

domingo, 3 de fevereiro de 2019

Essa Filha da Puta só liga se precisa - 3am, lançamento de Teagacê


"3am" é o último lançamento do mano Teagacê, que em sua letra aborda um triângulo amoroso entre o rapper, a ansiedade e sua paz. Esse som, que chega trincando, também é tripé para um assunto pouco explorado no rap, que são as crises de ansiedade, sendo porta-voz de sua tribo.

O MC traça um trímero que tem como lados as preocupações provenientes do capitalismo e do descaso do estado, a discriminação de substâncias naturais e o romance nebuloso que esses pontos geraram. A ansiedade que assombra Teagacê, com "sorriso no rosto as 3am" se dá por preocupações que são desnecessárias se, e somente se, o indivíduo tivesse a dignidade assegurada pelo conto de fadas da Constituição Federal, mas ora, a ideia de Tarcísio não é a de um som político, e sim introspectivo, o que tem a ver alhos com bugalhos? Pois, toda preocupação humana emana da violência imposta pelo capitalismo, sejam contas pra pagar, atendimento médico de má qualidade devido a um estado falido, ou uma doença gerada pelo mesmo estado, ou a corrupção que age sútil e atinge indiretamente, mas a todo instante, saca?

Isso gera a doenças, as crises e síndromes, e o capitalismo inventa remédios e impostos, mas como já disse o grande Marcelo Yuka: "os remédios normais não aliviam a pressão", e os naturais, que podem resolver, são criminalizados, ou seja, o indivíduo ou paga imposto ou comete um crime na visão do criminoso estado. "Essa filha da puta só liga quando precisa", como mensageira desse circulo em que você é envolto em problemas criados pra ti e tem que aderir a solução imposta e com impostos, enquanto a ansiedade te beija, abraça, tira tua roupa e te fode.

O som "3am" traz uma trindade, responsável pelo sucesso: a letra, o flow e o beat. A levada de Teagacê é uma das mais impressionantes da safra atual, a beleza do sotaque potiguar mesclado ao peso e sutileza nos momentos certos faz com que seu flow seja um dos grandes destaque. O instrumental, assinado pelo talentosíssimo Mallik Beats, remete a tríade: groove, atmosfera tensa e love song. Um amor macabro, com a ansiedade, que beat deixa transparecer, a claustrofobia que prende a atenção entre os riffs de guitarras e a levada swingada que só as batidas de extrema qualidade, como essa, são capazes de proporcionar.

Outro terno que essa maravilha de beat traz é em relação ao seu estilo musical, misturando rap, hardcore e original funk dos anos 70/80. Três pauladas em um só, casando perfeitamente com as ideias de Tarcísio Galvão, o funk traz a levada, o groove, o rap a mensagem e o hardcore a atmosfera tensa, que insiste que o relacionamento abordado não é saudável.

"3am" é peso triplo já que envolve um MC revolucionário, um beatmaker fora da caixa e a StoneOne, gravadora que fomenta a cena do hip hop em Natal. Além disso "3am" é treta, como diria em São Paulo. É treze como diria em Santos, e tri legal para os manos gaúchos. Do mais é você trincar com Teagacê, e toda produção desse trampo, dando play nesse vídeo, curtindo, comentando e compartilhando:



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad

Páginas