"Mais Que Perfeito" - Bate Papo com Gilmar Bolla 8 sobre lançamento de Meu Brinquedo - Submundo do Som

Breaking

Home Top Ad

Post Top Ad

quinta-feira, 9 de maio de 2019

"Mais Que Perfeito" - Bate Papo com Gilmar Bolla 8 sobre lançamento de Meu Brinquedo


Combo X rompe o hiato desde do álbum A Ponte, de 2013, e lança o single "Mais Que Perfeito", música que integrará o segundo disco da banda intitulado Meu Brinquedo, que ganhará as ruas em 2019. Depois de homenagear Chico Science no trabalho anterior, nesse novo registro o grupo de Gilmar Bolla 8 presta uma homenagem ao universo dos brincantes da cultura pernambucana.

O Submundo do Som trocou uma rápida ideia com o malungo Bolla 8 nas vespera do lançamento do video cclipe de "Mais Que Perfeito", e quando perguntado sobre o que o público pode esperar desse álbum, Gilmar é enfático: "É um disco leve, pra cima, dançante", e revela também elementos da alquimia sonora que compõe a obra: "com muita percussão, berimbau, tambor elu e congas", e também sobre a essência do disco e a temática das letras com as homenagens que a banda se propõe a fazer:

"É um disco a onde faço uma homenagem a os mestres de cultura popular, nesse trabalho homenageio Luiz de França, mestre do Maracatu Leão Coroado, já falecido. Outra pessoa homenageada é Raminho de Oxóssi, babalorixá de Olinda, esse vivo na canção "Peixinhos" e Luiz de França na música "Leão Coroado".

Foto por Karla Fagundes

Foram seis anos desde o álbum de estréia A Ponte, porém o Combo X esteve esse período todo em produção preparando Meu Brinquedo para que o disco saísse com todos os detalhes pensados, e para isso contou com a produção de BID, produtor de Afrociberdelia, de Chico Science & Nação Zumbi, e da clássica coletânea Bambas e Biritas, e também de Bactéria, ex-guitarrista e tecladista do Mundo Livre S/A. Perguntamos a Bolla 8 qual o sentimento durante o processo de concepção do álbum, e o malungo reforça o tom do disco:

"Quando comecei a fazer o disco era um momento bom, tanto que dei partida para fazê-lo, mas logo vei a surpresa de ser sacado da Nação (Zumbi), aí veio a turbulência, mas não passei para o disco esse sentimento ruim, por que acho que a música tem de ter alegria!"

Gilmar revela também que "o álbum terá dez faixas, sendo nove músicas e uma vinheta de abertura", sobre as participações Meu Brinquedo traz artistas para violino e instrumentos de sopro. Quando perguntado sobre os nomes que dividiram faixas com Gilmar, o malungo responde sem rodeios: "Os rappers GOG e Sombra, e o cantor e compositor Chico Cesár". Bolla 8 promete um disco mais orgânico e próximo da música popular brasileira, "mas sem se afastar da periferia de Peixinhos, pois ainda há muita para ser falada sobre lá!"

O álbum está previsto para meados desse ano, e enquanto Meu Brinquedo não ganha as ruas, você confere na integra o vídeo clipe de "Mais Que Perfeito", obra que integra o projeto:


em 2014 o Submundo do Som trocou uma ideia com Gilmar Bolla 8, entrevista que integrou o livro "Manguebit - A Revolução da Lama", que você pode ler aqui, ou escutar abaixo:


Um comentário:

  1. Muito bacana a matéria, mas retificando Toca Ogã não participa do disco.

    ResponderExcluir

Post Bottom Ad

Páginas