Meu Brinquedo - Segundo disco do Combo X - Submundo do Som

Breaking

Home Top Ad

Post Top Ad

domingo, 16 de junho de 2019

Meu Brinquedo - Segundo disco do Combo X


O Combo X  nos entrega, em seu segundo trabalho, um disco original, festivo e dançante, sem perder a reflexão crítica sobre o cotidiano e a dualidade da cidade e das pessoas. Meu Brinquedo é um álbum de celebração, Gilmar Bolla 8 e a galera de Peixinhos homenageiam a cultura popular pernambucana e alguns de seus mestres.

O disco abre com "Brincantes", uma intro que reforça a essência do disco quanto ao seu caráter de homenagear a cultura de Pernambuco, mais precisamente de Olinda e seu povo, como na música seguinte "Peixinhos", que trás uma homenagem a Raminho de Oxóssi, babalorixá de Olinda, faixa que também mostra o DNA do Manguebit, na mistura dos ritmos regionais e dos tambores orgânicos com os digitais e riffs que dão peso ao som.

E por falar em mistura o Hip Hop se faz presente no disco com as participações de Sombra e GOG. O rapper paulista rima em "A Chuva", num contraste entre seu flow e o de Bolla 8 que faz o refrão, resultando numa das mais bonitas do álbum. Já o rapper do DF, Genival Oliveira Gonçalves, se apresenta em "Leão Coroado", música que enaltece a Nação de Maracatu e seu líder Luiz de França.

Em Meu Brinquedo, Gilmar traz a memória afetiva dos tempos de criança, isso fica evidente nas faixas "O Terno", onde resgata os valores humildes de sua criação e a musicalidade regional nordestina, e em "Menino Encantado" a leveza e inocência das brincadeiras e sonhos infantis em uma canção mais suingada com destaque a percussão, ponto forte do Combo X.

Experimento parecido acontece em "Delegacia de Peixinhos", que traz a mescla do Groove com o Maracatu e Frevo, e por falar no ritmo mais conhecido de Olinda e marca registrada pernambucana, o frevo está presente, em sua forma pura, sem misturas em "Cifrão", em letra que aborda a busca pelo dinheiro.

A exemplo do álbum anterior, A Ponte, Nilo Baj, também leva de forma solo os vocais de uma faixa, nesse álbum a música é o "Batuque dos Mares", que como o nome diz faz uma homenagem, de forma rítmica, as águas e a Rainha do Mar, Iemanjá, e essa é mais uma das faixas que exaltam os orixás, mostrando a presença da Africa na musicalidade do Combo X.
clipe de "Mais Que Perfeito"

Por fim, o disco ainda conta com a canção "Mais Que Perfeito", onde a suavidade da voz de Bolla 8 e a harmonia da música dão destaque a faixa, que ganhou vídeo clipe antes do lançamento do disco, e fala de amor, de um sentimento mais que perfeito, de se estar onde gosta, onde se inspira, e isso vemos refletido no resultado do brilhante álbum Meu Brinquedo.

Meu Brinquedo é um disco com caboclinho, funk, coco, afro beat, frevo, maracatu, rap, samba e capoeira, tudo mesclado com muito groove e as ideias de Gilmar Bolla 8, é um álbum vibrante e dançante, e como Science pregava, é a diversão levada a sério. O Combo X, reúne além de Bolla 8, o músico Bactéria, ex-Mundo Livre, e produção assinada pela dupla BiD & BAC. A gravação foi no Casona Estúdio (PE) e a mixagem foi do Evaldo ‘Magic’ Luna na Soulcity Prod, e a masterização do Felipe Tichauer. Buguinha Dub também gravou e mixou algumas tracks. 
É pista! É roots! É futurista! É Combo X!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad

Páginas