Synestesia lança "Trevas" e se prepara para MHORTE - Submundo do Som

Breaking

Home Top Ad

Post Top Ad

terça-feira, 7 de janeiro de 2020

Synestesia lança "Trevas" e se prepara para MHORTE


O grupo de Jaguariúna Synestesia se preparam para o lançamento do seu segundo álbum, o EP MHORTE (Motivação Hostil e Rumo da Tua Existência), que sucede o trabalho VIDA (Viagem Instável Doce e Amarga) de 2018 e busca apresentar o amadurecimento dos rappers Leonardo Augusto (Leozera) e Anderson Ricardo (Beiço), tanto em composições, lirica, como produção, que é assinada pelo grupo e contará com bases assinadas por beatmakers aliados.

O primeiro lançamento desse projeto, que ganhará as ruas ainda em janeiro de 2020, é o video clipe da faixa "Trevas", em produção visual feita pela Wild Vision Filmes, pelo Lucas Reis (@lcsreis1995) e a produção musical, captação de voz, mixagem e beat pelo MilGrauTape Studio, produtora administrada pelo Synestesia.

A música aborda os tempos trevosos que vivemos, onde a hipocrisia impera e o circo midiático é armado como uma arapuca para roubar a brisa dos manxs:

[Beiço]
"Quero, quero muito mais pra minha vida, rapaz

sei no que foi, jaz.

quebrando com a rappa, quebrando a cara.

Raios e trovões clareiam a quebrada

com esse monte de desculpa na mala"

Finge não saber de nada, hipócrita fala, fala"

[Leozera]
"Difícil lidar com a realidade, difícil suportar o noticiário. Mídia sensacionalista que lucra com cada cidadão descartado eu desligo. Porque não tenho estômago, porque não quero lombrar. A vontade que dá é de meter o pé pra um lugar qualquer onde o mundo não exista. Mas fora de cogitação. Aqui eu vou ficar e suportar."

Confira o vídeo clipe de "Trevas", do grupo Synestesia:


Synestesia e o rap em Jaguariúna:

JaguarCity é a terra do rodeio e da cavalaria, a música sertaneja impera na cidade provinciana e conservadora, e o Hip Hop é a resistência cultural a esse estilo de vida. O Synestesia é representante da cena autoral da cidade, e o no rap é um dos grupos de maior caminhada do município, tanto em tempo como em feitos, se preparando para lançar seu segundo álbum, o grupo marcou presença em participações com vários nomes da cena 019, como o grupo QDL e o rapper Siloque, inclusive tendo como palco o MilGrauTape, estúdio que registrou boa parte da cena de Jaguariúna.

No último ano, o Synestesia usou de seu espaço conquistado entre fãs do grupo e toda sua bagagem sonora, para somar com um projeto em franca ascensão na cidade e adjacências, o coletivo Efrain Mob.

Junto com o jovem coletivo, o experiente Synestesia gravou duas músicas afim de fortalecer a cena regional do rap. Beiço participo da canção "Brazzil", junto de Bxtisx e Jordan, em letra que fala sobre o dificil cotidiano no país:



Por sua, Leozera somou com a MOB na música "E.D.E.L. 1", que como os envolvidos definem é o primeiro capítulo da saga Esquadrão De Extermínio Lírico, que reune 4 mc's da região 019.



Saiba mais sobre o Synestesia aqui.

Um comentário:

Post Bottom Ad

Páginas