Viu? Como Se Faz? - O Primeiro Rap de Toda Uma Geração - Submundo do Som

Breaking

Home Top Ad

Post Top Ad

domingo, 22 de março de 2020

Viu? Como Se Faz? - O Primeiro Rap de Toda Uma Geração


Quem cresceu nos anos 90 provavelmente se declarou em algum momento com a programação da TV Cultura, com muito conteúdo nacional dedicado ao público infanto e infantil. Um deles é o multi-premiado Rá-Tim-Bum, exibido originalmente de 1990 a 1994 e reprisado até o final da dos anos 2000. O programa foi criado pelo roteirista Flávio de Souza, quem também criou o Castelo Rá-Tim-Bum ao lado de Cao Hamburger, e teve em seu elenco nomes de figuras importantes da TV brasileira, como o roteirista Bosco Brasil, o ator Marcelo Tas e o cineasta Fernando Meirelles.

O programa possuía quadros livres, sempre com o viés educativo e afim de ensinar algo para as crianças. Um desses quadros, o Como Se Faz, trazia no Hip Hop (e mais tarde no samba) o processo de criação de diversos itens do dia a dia, como lanterna, martelo, vidro, poste, manteiga, pão e etc. Com rimas e scratches e famoso refrão "viu? Como se faz?" a TV Cultura introduzia o primeiro rap de muitos ouvintes.


                             Como Se Faz O Avião? Quadro Como Se Faz do programa Rá-Tim-bum

Mas quem era o MC no quadro? O projeto Como Se Faz foi idealizado pelo músico e produtor Tadeu Patolla, conhecido por "revelar" a banda Charlie Brown Jr e ser músico de apoio no Acústico MTV da banda. Antes, em 1984, integrou a banda Telex, autora do hit "Só Delírio" e em 1986 a banda Lagoa 66, que leva no nome o endereço do estúdio de Patolla, na Rua Borges Lagoa 66, no bairro Vila Mariana. Nesse estúdio seu caminho cruzou com o Hip Hop por volta do ano de 1988, quando o gênero musical rap e a cultura nascida  de forma embrionária na Jamaica e trazida dos EUA, ainda eram novidade no Brasil.

Tadeu Patolla - Foto AICom

Patolla produziu o álbum La Famiglia, lançado em 1989, de Skowa e a Máfia (leia o review desse disco aqui), apesar da banda não ser de rap, e sim de funk com soul e influências no rock, reggae e ritmos cubanos, Skowa já trazia trejeitos do canto falado, e na faixa "Estação São Bento" trouxe os MC's do disco Hip Hop Cultura de Rua,  primeiro registro fonográfico de Hip Hop do Brasil (Eldorado, 1988), para rimarem na música, e assim participam Thaíde, MC Jack e o grupo Código 13.

O Hip Hop era novidade nesse período, já que a cultura havia chego ao Brasil em 1984, através do breaking, e pouco a pouco vai tendo seus primeiros raps gravados nos anos seguintes. Com a experiência que Tadeu Patolla foi adquirindo devido aos seus trabalhos ligados ao Hip Hop, a produção do Rá-Tim-Bum o procurou para musicar o quadro Como Se Faz, e para o Submundo do Som comentou:

"Foi simples a TV Cultura contratou a  minha produtora na época, tinha um orçamento um pouco baixo e como eu já dominava universo do Hip Hop eu resolvi fazer os raps".

Tadeu também lembra que foram por volta de uns 30 episódios gravados para o quadro. E as rimas foram elaboradas e cantadas pelo próprio Patolla, que também assina a produção, trazendo a sonoridade clássica dos rap dos anos 80 e início dos 90, com bumbo, caixa e chimbal crus, obtidos de uma bateria eletrônica, uma linha de baixo e melodia performada em teclado dando o tom da nostalgia.

Confira alguns dos episódios do quadro Como Se Faz, do programa Rá-Tim-Bum:


 Como Se Faz Tijolos?

Como Se Faz Manteiga?

Como Se Faz Lanterna?

Como Se Faz Desenho Animados?

Como Se Faz Martelos?

Como Se Faz Vidro?

Como Se Faz Pão?

Como Se Faz Relógio Cuckoo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad

Páginas