Resenha de Discos

[Resenha de Disco][bsummary]

Se Liga!

[Que Loko][bigposts]

Internacional

[Internacional][twocolumns]

Garotos Podres Lançam Música "Jairzinho Fascistinha"

A icônica banda Garotos Podres lançou nesse sábado 23 de maio uma atualização de um canção  de 27 anos atrás, trata-se de música que traz uma rápida biografia, no melhor estilo OI punk rock, do genocida que ocupa a cadeira da presidência: "Jairzinho Facistinha".

Ano passado, o Submundo do Som fez a sugestão para que Mao e o Garotos Podres atualiza-se a música "Fernandinho Viadinho", essa matéria você pode conferir aqui.

Em 1993 o Garotos Podres lançavam em seu álbum Canções Para Ninar uma faixa que causa incomodo no ex-presidente da república Fernando Collor, que já estava afastado do cargo devido ao processo de impeachment que sofreu no ano anterior. A música "Fernandinho Viadinho", que apesar do título homofóbico e desnecessário, lembrava momentos de sua vida, musicando o quão escroto era sua pessoa:

Mas quando ele cresceu
Resolveu tomar a linha!
Aprendendo karatê
Pra bater nas menininhas!”, 

Em 2020, num cenário político caótico e cômico, porém tenso, sério e desesperançoso, a banda faz uma releitura da música, no entanto com um outro personagem, o excrementíssimo presidente da república, e rebatizaram a canção para "Jairzinho Fascistinha". Do mesmo modo, o Garotos mostra em forma de música o quão podre é esse fascista que está no poder e que dia a pós dia se envolve em polêmicas e escândalos.

Garotos Podres em "Jairzinho Fascistinha"

A música não possui uma gravação oficial, foi composta e gravada de forma caseira, a partir de um celular, durante o período de quarentena. Porém é a primeira música desde o lançamento do álbum Canções de Resistência, um compacto digital lançado em 2018. Antes disso, a banda havia lançado o disco Contra os Coxinhas Renegados Inimigos do Povo, de forma independente, no ano de 2014, sob o nome de O Satânico Dr. Mao e os Espiões Secretos, num periodo em que o Mao havia perdido o direito de usar o nome Garotos Podres, devido a uma treta política com o baixista reaça Sukata, mas hoje já recuperou tais direitos na justiça.

Confira a letra de "Jairzinho Fascistinha":

"Quando ele era pequeno, 
Fazia sexo com galinha 
Mas quando ele cresceu 
Resolveu tomar a linha 
Comendo gente 
Com o Auxílio Moradia! 

Das festas de embalo 
Das Vivendas da Barra 
Às orgias de Brasília 
Agora só deposita cheque 
Na poupança da Rachadinha! 

Eu ando a pé, 
Ele de jet-ski 
Ele se diz Um cidadão respeitável, 
Até se casou 
Com uma boneca inflável 

Esta é uma história fictícia, 
Qualquer semelhança 
Com pessoas vivas ou mortas, 
É mera coincidência 
Espero que pra ninguém, 
Vista a carapuça! 

Povo Basilero 
Pá quesce e ficá gandi i forti 
Tem qui tomá mamadela de piloca 
Com leitinho de ornitorrinco da Amazônia 
enriquecido com grafeno, nióbio e coloroquina! 

Taokei? 

Esta gripezinha num vai mi pegá 
Eu tenho histórico de pé de atleta! 

Taokei? 

Eu tenho histórico de pé de atleta! 
Vocês que se flodam! T
aokei? ... Taokei?? ... Taokei???"

Nenhum comentário:

Postar um comentário