Resenha de Discos

[Resenha de Disco][bsummary]

Se Liga!

[Que Loko][bigposts]

Internacional

[Internacional][twocolumns]

i(SOL)amento | 8º Disco do Inquérito fura Quarentena e tá na rua



Seis meses de isolamento, e o que vocês fizeram? Cada um atravessa a pandemia de uma maneira, como pode, como suporta. O Inquérito preparou e lançou seu novo álbum, i(sol)amento, trabalho concebido nesse louco período que o mundo vive. 
 

Renan responde como tem encarado a quarentena: fazendo poesia, e o resultado disso é o seu oitavo disco, que ganha o mundo como um vírus, mas esse espalha o bem, e enquanto a vacina não vem, a música vai.

 

O álbum estreia no dia 22 de setembro, quando a primavera estreia no louco ano de 2020 e se depara com a pandemia. A estação das flores chega marcando o fim do inverno, mas poderia ser o fim do inferno, como bem diz a Liah Vitória, a garota que empresta sua voz para a faixa de abertura "Primavera Pandemia", música com produção do multinstrumentista Wesley Camilo.

 

Os momentos de reflexão que o i(sol)amento proporcionou, fizeram entender que a “Vida Vale Ouro”, e na segunda faixa do álbum, na batida do funk, do carnaval e do rap, Renan passa essa visão junto de Audino Vilão e a produção é monstro Pop Black, o grande parceiro do rapper de Nova Odessa na construção desse álbum. 

 

Pop assina a maioria dos beats do álbum, em “Saudades do Futuro” fez parceria com o lendário DJ Raffa. A música ganhou vídeo clipe com direção do Vras 77 e produção da Anna Júlia Bitelli. A música ainda conta com saxofone de outra lenda, o Índio Sax, o contrabaixo de Marcelo Morais, teclados por Danilo Santana e scratches e colagens do DJ RM. A música fala de algo que ainda vamos viver, mas que já bate “mó saudade”. Do mesmo modo acontece em “Amor é Causa”, uma love song sobre o caos que repete o sax de Índio e soma-se com a guitarra de Nixon Silva e o baixo de Julio Mossil.

Em “Poesia de Para-Brisa”, Renan faz um interlúdio com um poema declamado no álbum Tungstênio, em “Barras de Ouro”, reforçando quem é que está no comando dessa vida. Em “Obrigado Pela Preferência” a história de um peixe de supermercado, em uma poesia feita com a doçura da voz infantil de Alice Lisboa, em rap feito para crianças, mostrando que o i(sol)amento é para todos. A produção é de Nixon Silva com backing vocals de Pop Black.

Em meio ao “Pandemônio” da pandemia, o Inquérito conta com a participação de uma dupla da idade da pedra para o som pedrada, Barney Rubble e Fred Flintstones, além do DJ RM, quem assina a produção e scratches, em música que sintetiza todo o barulho causado pela covid.

Na penúltima faixa o “Inquérito Informa” em cima de uma base de Pop Black, recheada de scratches do DJ Vand. A exemplo do que Renan já fez em “Cê Consegue Cada Coisa” e “Mister M”, ambas de trabalhos anteriores, a música é compostas por palavras iniciadas in “i”, impressionante!

Fechando o álbum iSOLamento vem a faixa título, sobe o beat do Pop Black essa construção é em conjunto com os fãs do Inquérito, onde as pessoas mandavam um áudio pelo zap falando como estão enfrentando essa fase de “iSOLamento”, várias vozes e sotaques unidos, mesmo que a distância, para uma abraço através da voz.

Ementrevista para o canal O Fino da Zika, Renan revelou que começou o álbum pela capa, um selfie que curtiu e viu que tinha cara de capa de disco. Á tinha as músicas “Saudades do Futuro” e “Amor É Causa”, e pensando na primavera que chega sempre em setembro, fincou como data o dia 22 e agora o álbum está entre nós, do i(sol)amento social para as plataformas digital:

Nenhum comentário:

Postar um comentário