Resenha de Discos

[Resenha de Disco][bsummary]

Se Liga!

[Que Loko][bigposts]

Internacional

[Internacional][twocolumns]

Asfixia Social e GOG transmitem o recado: o som é periférico e pesado!

 


Asfixia Social e G.O.G. - A Cara do Inimigo (Lyric Video)

No dia 28 de novembro, a mistura da banda Asfixia Social vem mais pesada do que nunca, onde o rock e o rap se encontram com a essência do punk e a correria da cena do hip hop nacional, se juntando ao mestre Genival Oliveira Gonçalves, o poeta do rap G.O.G., que vem diretamente de Brasília pra somar nessa transmissão ao vivo, com destaque para sua participação na música "A Cara do Inimigo", sonzeira do álbum Sistema de Soma (Independente-2020).

No repertório, canções clássicas do rapper G.O.G., somadas às pancadas do Asfixia Social, além de uma grande surpresa, na poderosa e atual "Assassinos Sociais”, escrita em 1993 e  que ganha novos ares com as participações de DJ Tano - do grupo de rap paulista Z’África Brasil - e o Selectah Carlos Peixoto (efeitos e teclados dos grupos alagoanos Tequilla Bomb e Vibrações), mostrando a verdadeira cara da música periférica, afiada em poesia, ritmos, diversidade e estilos.

A live vai ser transmitida pelas mídias sociais da Casa de Cultura São Rafael e pelos canais oficiais no Youtube e Facebook dos respectivos artistas, GOG e Asfixia Social.

Setlist da Live:

  • É o Crime (GOG)

  • A Cara do Inimigo (GOG e Asfixia Social)

  • Revelação (Asfixia Social)

  • A Quebrada Constrói (Asfixia Social)

  • Brasil com P (GOG)

  • Assassinos Sociais (GOG com participação do Asfixia Social)

  • Medley Da Rua Pra Rua (Opressor + A Banca + À Prova de Bala) - (Asfixia)

Atualmente o Asfixia Social tem se dedicado a divulgar seu novo trabalho, o Livro-Disco “Sistema de Soma”, que tem mais de 1.000 participações de alunos da rede pública e nomes de peso do rap, rock, samba e reggae, incluindo artistas do Brasil e exterior.

No ano passado, o Asfixia rodou a Europa na turnê “Where ́s democracy? Not in Brazil...” denunciando a regressão civilizatória e democrática do país. A banda tocou no maior festival punk do mundo, o Rebellion Festival, na Inglaterra, e realizou ainda mais 15 shows no Reino Unido, Holanda, Portugal e Alemanha..

Os lançamentos nacionais e a receptividade ao som do Asfixia Social na Europa levaram ao agendamento de uma turnê em 2020, que se iniciaria no Brasil, com shows ao lado do rapper brasiliense GOG, e se estenderia em território europeu (com mais de 30 shows confirmados em festivais como o Rebellion 2020 (UK) e Vive Le Punk (França), todos eles cancelados devido à pandemia do coronavírus.

O Asfixia Social é formado por: Kaneda Mukhtar (voz, trompete e trombone), Rafael Santos (guitarra e voz), Leonardo Oliveira (baixo e voz), Marcelo Sampaio (guitarra e voz) e Rodrigo Silva (bateria).

Nenhum comentário:

Postar um comentário