Acontece

[Acontece][bsummary]

Resenha de Discos

[Resenha de Disco][bsummary]

Se Liga!

[Que Loko][bigposts]

Internacional

[Internacional][twocolumns]

Maradona | A Música Celebra o Gênio, Craque no Futebol e Politica

Graffiti de Maradona em Buenos Aires

A lenda do futebol mundial Don Diego Armando Maradona nos deixou no dia de hoje, 25 de novembro de 2020, data que coincide com a morte de Fidel Castro, falecido em 2016. O que essas duas personalidades têm a ver uma com a outra? Eram amigos pessoais, e duas figuras emblemáticas, amadas e odiadas em todo o globo. Odiados pelos cidadãos de bem que festejaram e festejam a partida de ambos, e amados pelos corações revolucionários.

Dieguito assumiu um compromisso político como poucos jogadores no mundo tiveram. Inquieto se mostrou sempre preocupado com mudanças sociais, adepto dos ideias de seu conterrâneo Ernesto Che Guevara, o qual tem seu rosto tatuado, Maradona não era só polêmicas e drogas, era envolto em trabalhos sociais e pensamento critico, mas a mídia, sobretudo a brasileira, insiste em deturpar sua memória e conquistas. Muito cedo começou sua carreira no tradicional Argentinos Juniors da capital portenha. Dali foi para o Boca Juniors onde levou o nacional de 81. Depois foi para o Barcelona da Espanha, onde levou a Copa do Rei, Copa Liga Espanhola e a Supercopa da Espanha, tudo isso em 1983. Mas foi na Itália que teve seu auge, sendo transferido para o Napoli, sendo campeão italiano de 87 e 90, da Copa Itália de 87 e da UEFA de 89, além da Supercopa da Itália de 1990. Mas antes disso Maradona foi campeão do mundo com a seleção Argentina, vencendo a Copa de 1986, inclusive derrotando a Inglaterra nas quartas de finais, vale lembrar que os dois países entraram em guerra por causa das ilhas Malvinas, território argentino que os ingleses quiseram tomar.

Armando Maradona recebeu em vida diversas homenagens, como uma igreja em sua homenagem, ficou conhecido como D10s (Deus) após dar o mundial ao seu país, mas esse titulo de divindade ele sempre negou. Ainda em vida, diversos murais, graffitis, estátuas e bustos do jogador foram espalhados pelo mundo. Na música vários artistas compuseram e gravaram canções em homenagem ao camisa 10, e são essas homenagens que o Submundo do Som trás:

Maradona Blues - Charly Garcia y Claudio Gabis

Música gravada em 1994 em Madrid para o disco Convocatoria de Claudio Gabis com participação de Charly Garcia.

D10S (Maradona Rap Song) - Cristov

 

Rap em Homenagem a Maradona lançado em 2011 pelo MC Cristov

Diego Armando Maradona - Sufrir Es Crecer

Música gravada em 2018, de forma biográfica canta em forma de rap a história de Dieguito, foi usada como vídeo motivacional. 

Para Verte Gambetar - La Guardia Hereje

Música popular argentina da banda La Guardia Herege homenageando Armando Maradona.

Com a partida de Maradona não é apenas um ídolo que se vai, mas uma lenda. Apesar que símbolos são eternos e que ideias nunca morrem. Fica aqui a dúvida de quando surgirá outro jogador engajado politicamente como Diego, como também o Dr. Sócrates, falecido em 2011. Mais que isso, fica a pergunta, porque os jogadores de futebol são tão ignorantes e o chorume da sociedade, sobretudo a brasileira? #GraciasDiego.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário