Acontece

[Acontece][bsummary]

Resenha de Discos

[Resenha de Disco][bsummary]

Se Liga!

[Que Loko][bigposts]

Internacional

[Internacional][twocolumns]

Barro Humano retorna contra as "Injustiças Sociais" e buscando "Quem É O Culpado?"



A banda de Rio Claro Barro Humano, formada no final dos ano 80 coloca na rua álbum ao vivo e disponibiliza o registro nas plataformas digitais. Com duas músicas, “Injustiças Sociais” e “Quem É O Culpado?”, a banda mostra sua veia punk rock com ideologia anarquista e aponta suas influências, como Lixomania, Fogo Cruzado, Cólera, Olho Seco, Komando Kaos, Atack Epilético, Lixo Urbano e algumas estrangeiras como Ramones, The Varukers, Rattus, entre outras.


As músicas vêm acompanhadas de lyrics vídeos. “Injustiças Sociais” tem clipe produzido pelo Motim Underground, já “Quem É O Culpado” é uma produção do Submundo do Som, e cada um dos vídeos foi lançado no Youtube pelo canal de seus produtores. O lançamento já está disponível pelo Selo Tocaia da Bahia, um dos grandes apoiadores da cena underground e pode ser conferido aqui


 

Um pouco sobre a História do Barro Humano

A formação inicial contava  com Wagnão na bateria, Sabão no baixo e Xandão na guitarra e ao longo do tempo ocorreram algumas mudanças na formação da banda. Com a saída do Xandão, Saulo assumiu a guitarra por algum tempo, depois foi o Alexandre, ambos da banda Metrópole, também fizeram a Silvia no baixo, Valter (Sub) no vocal e o Marcio (Metrópole).

 

O grupo se apresentava pelo estado de São Paulo, sempre com o intuito de demonstrar seus ideais e divulgar o anarquismo através de fanzines e panfletagens, onde relatavam sua insatisfação com o sistema capitalista e corrupto.

 

Em 1992 chegaram a divulgar uma demo-tape, chamada “Defecando no Poder” e enviavam o material a base de troca pelo sons de outras bandas pelo correio, que era o meio de divulgação na época e foi assim que conheceram várias bandas e pessoas ligadas ao movimento no Brasil e América do Sul.

 

"Depois de um longo tempo parados, em uma conversa com Júlio da banda On Crash, falando do movimento daquela época, ele sugeriu de nos reunirmos e gravarmos as músicas do Barro Humano em 2020" - afirma a banda.

 

Foi quando surgiu o primeiro trabalho que está nas plataformas digitais com a formação de Sabão no vocal, Edinho da Smoners no baixo, Julio na guitarra, Pedrinho do Dezakato e seu filho Vicenzo, da banda Death Shelter, na bateria. A gravação foi realizada na casa studio do Totó.


Em 2021 foi lançado um CD caseiro intitulado BARRO HUMANO produzido por Mauricio Ribeiro (Sabão) e foi distribuído para algumas pessoas do movimento da época e novos simpatizantes da banda a custo zero validando o anticapitalismo que repudiamos. Foram fabricadas 100 cópias para o lançamento. Neste registro o baixista Edinho, assinou a produção do baixo e das músicas, tendo em vista de ser sua primeira experiência em produção musical.

 

A banda Barro Humano acabou virando um grupo livre onde pessoas podem participar conforme oportunidade e continuar fazendo história com arte, amor e liberdade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário