Lançamento

[Lancamento][bsummary]

Acontece

[Acontece][bsummary]

Resenha de Discos

[Resenha de Disco][bsummary]

Se Liga!

[Que Loko][bigposts]

Internacional

[Internacional][twocolumns]

2ª Mostra Submundo do Som | Quarto Dia: Sensibilidade É Poder


Chegamos ao quarto dia da 2º Mostra Submundo do Som de Cinema, hoje trazemos obras que aguçam a sensibilidade humana: Garotas do ABC narra a vida de operárias dos grandes centros urbanos, mais do que se manter empregadas as minas possuem sonhos. Em El Viaje a pergunta, o que motiva cruzar um país de bicicleta? E no documentário do Caminhos da Reportagem temos a personificação da sensibilidade através da vida e obra do Pixinguinha.

Garotas do ABC

O filme de 2003, dirigido por Carlos Reichenbach, que tem assina o roteiro ao lado de Fernando Bonassi, conta a história de operárias de São Bernardo, na região do ABC paulista, onde existem muitas fábricas têxteis e metalúrgicas. Aurélia se apaixona por Fábio um neonazista integrante de um grupo que violenta negros e nordestinos. Além disso o filme aborda os sonhos dessas mulheres, a relação com o patrão, a iniciação em uma atividade e a busca pela sobrevivência em uma sociedade doente.



El Viaje

Película de 1992 escrita, dirigida e produzida por Fernando Solanas. O filme conta a história de Martín, um rapaz de 17 anos que deixa a fria cidade de Ushuaia, no extremo sul argentino, para encontrar seu pai, uma arqueólogo que deixou a família sob a promessa de retornar um dia. Porém a tensão familiar, o noivado que não deu certo e busca pelo seu genitor faz Martín montar em sua bicicleta e cruzar a Argentina. A obra ganhou o Prêmio de Melhor Fotografia no Festival Internacional do Novo Cinema Latinoamericano de Havana, em 1992.



Caminhos da Reportagem - Pixinguinha ao Mestre com Carinho

O documentário faz uma homenagem a Alfredo da Rocha Vina Filho.  A trajetória de Pixinguinha é contada pelos pesquisadores Marília Barbosa, biógrafa do músico, Henrique Cazes, Pedro Paulo Malta e Bia Paes Leme. A produção é de Luciana Góes e Renata Cabral, com produção executiva de Samantha Ribeiro. Vera Barroso é a repórter do filme e o reteiro e direção é de Rafael Casé. Para esse projeto, o grupo vocal Ordinarius interpretam alfuns sucessos de Pixinguinha, enquanto algumas apresentações do artista são mostradas como com Benedito Lacerda, a Turma da Velha Guarda e com Baden Powell.


Nenhum comentário:

Postar um comentário